juiz

O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) aposentou compulsoriamente, por unanimidade, nesta quinta-feira (18), um juiz por conduzir audiências alcoolizado e portando arma de fogo. No entendimento da corte, o juiz “desconsiderou conduta irrepreensível na vida pública e particular”. De acordo com o relatório do Procedimento Administrativo, representantes do Ministério Público do Ceará (MPCE), da Defensoria Pública e servidores informaram em 2011 que o magistrado estava conduzindo as audiências na 2ª Vara da Infância e da Juventude de Fortaleza sob efeito de bebida alcoólica, portando arma de fogo e utilizando palavras desrespeitosas com funcionários do fórum, assessores, advogados, defensores e com o público em geral. No mesmo ano, a Corregedoria Geral da Justiça instalou sindicância para apurar o caso, e o magistrado foi afastado de suas funções. Durante esse período, foram realizadas duas avaliações médicas, atestando que ele é portador de transtorno afetivo bipolar. A defesa do juiz alegou que estava tomando medicamentos que alteraram o estado psicológico na época, e que a doença (transtorno bipolar) encontra-se atualmente estabilizada e em estado de remissão. A presidente do TJ-CE e relatora do caso, a desembargadora Iracema Vale destacou que, de acordo com as avaliações efetuadas pelas juntas médicas, não há garantias de que as manifestações não retornem.

Anúncios

Sobre jorgequixabeira

Sempre gosto de postar nóticias verídicas, pois zelo pela credibilidade do que posto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s